Rivaroxaban ou AAS para tratamento extendido de TEV

Em estudo duplo cedo randomizado, 3396 pacientes com tromboembolismo venoso foram divididos para receber rivaroxaban 10 mg 1x ao dia ou 20 mg 1x ao dia ou 100 mg de AAS 1x ao dia durante 6 meses.

A recorrência de tromboembolismo foi de 1,2% no primeiro grupo, 1,5% no segundo grupo e 4,4% no terceiro grupo.

A taxa de sangramento não desejável foi respectivamente 0,4%, 0,5% e 0,3%.

Concluiu-se que o risco de um novo evento era menor nos pacientes que fizeram uso de Rivaroxaban ao invés de AAS, sem diferença na taxa de sangramento indesejável.

Para mais informações: NEJM – Rivaroxaban or Aspirin for Extended Treatment of Venous Thromboembolism.